Meu Desejo - Álvares de Azevedo


Meu desejo? era ser a luva branca
Que essa tua gentil mãozinha aperta

Princesa Desalento - Florbela Espanca


Minh’alma é a Princesa Desalento,
Como um Poeta lhe chamou, um dia.
É magoada, e pálida, e sombria,
Como soluços trágicos do vento!


É frágil como o sonho dum momento;
Soturna como preces de agonia,
Vive do riso duma boca fria:
Minh’alma é a Princesa Desalento…


Altas horas da noite ela vagueia…
E ao luar suavíssimo, que anseia,
Põe-se a falar de tanta coisa morta!


O luar ouve minh’alma, ajoelhado,
E vai traçar, fantástico e gelado,
A sombra duma cruz à tua porta…


The first time ever I saw your face (Roberta Flack)


EM NOITE PLENA COM MEU AMOR... FOI AO SOM DESTA MÚSICA.

As estações: Um toque sobre as águas

Por Kássia Rocha
FOTOGRAFIA DE D.COMPOSED


Era abrigo olhar para as águas, me faziam pensar.
Era deixar as memórias ganhar formas, se espelhar.
Era ver os momentos correr entre os dedos, e tocar.
Era olhar para a correnteza sabendo que tudo iria passar

É não querer o lado escuro da sombra, que me segue.
É não suportar os trincar das águas frias do ermo córrego
É não entender o caminho cheio de curvas e obstáculos
É não segurar o choro quando tudo fica descontrolado

Sigo por córregos, rios e turbulentas águas, que limpam com força.
Corro o risco de ser levada entre águas e pedras, os galhos e troncos
Mas as águas me levam, imprevisivelmente, tentam me salvar.
Águas, que um dia insisti em tocar e deixar me levar.

Vejo o verde que contornam a minha chegada, és mirada.
Passam dias, e minha casa foi construída a beira de um rio.
Para que, todas as manhãs eu possa me lembrar das estações
Agora, o que me acompanha é o luar, as estrelas, um lindo amanhecer.

Documentário: Do Luto à Luta - Evaldo Mocarzel (Brasil, 2005)


Por Kássia Rocha

É um documentário sobre Síndrome de Down, com entrevistas dos pais das crianças que possuem Down, no qual, falam desta disfunção após o nascimento, depois o documentário retrata o desconhecimento sobre a doença, os seus preconceitos e medos. Evaldo Mocarzel inova todo o processo do documentário, tornando-o real, derivando a relação pessoal que cada indivíduo vive e assimila, de acordo com os problemas que enfrentam na vida e, com a sociedade.
É impressionante como tudo corre natural, sem imparcialidades, uma entrega esperançosa (cada detalhe sobre o processo, a capacidade que cada um possui, o tema se desenrola com precisão e naturalidade estonteante) e de contra partida nos deixa um material realista e de utilidade pública. 

VALE A PENA ASSISTIR!